Se você está na cidade do México com tempo de sobra – ou se já visitou a cidade uma outra vez e já viu a maioria dos pontos turísticos, esse é o post perfeito para você! Aqui conto sobre um bate e volta da Cidade do México incrível!

Eu conheci Xochicalco na minha terceira viagem pro México, quando colegas de trabalho mexicanos nos levaram para passear no final de semana, e que experiência incrível! Eu amo conhecer e pegar dicas com os locais pois não havia encontrado o sítio arqueologico durante as minhas pesquisas sobre o que fazer perto da Cidade do México.

Procurando acomodação no México? Confira os melhores preços aqui.

Ruínas de Xochicalco

Situado em Morelos, o estado mexicano conhecido por ser primavera o ano inteiro, Xochicalco significa “O lugar da casa das flores” na lingua Nahuatl. Foi declarado Patrimonio Cultural da Humanidade em 1999 pela UNESCO.

É a cidade pre-hispanica com maior densidade de construção por metro quadrado de toda Mesoamérica (650 – 900 d.C) e é possível encontrar as construções clássicas dessa época: piramides de pedra, jogo de pelota, temazcal… as estruturas são muito parecidas com Teotihuacan.

A história conta que Xochicalco era o lar dos estudiosos da época. Razões para isso não faltam, há um Observatório na cidade que teria como objetivo apenas observar o céu para estudar astronomia. É possível fazer um tour durante a noite (de dezembro à maio) para apreciar o mesmo céu de antigamente. Outro ponto são as cisternas e sistema de drenagem da cidade, que funcionam até hoje em dia, canalizando a agua da chuva.

A cidade foi habitada por um curto pedaço de tempo (250 anos) e foi abruptamente abandonada devido a conflitos internos que acabaram gerando um grande incendio. Os povos que ali vivam foram migrando para o Sul do país, separadamente.

Las Mananitas

Há 30 minutos de carro das Ruínas de Xochicalco, indo para o centro da capital de Morelos, Cuernavaca, você encontra o restaurante Las Mananitas. Não é apenas um restaurante, mas também um hotel & spa, onde normalmente se realizam casamentos (quando eu estava lá estava acontecendo um).

Tem uma área externa linda, com araras e pavões livres pelo gramado, que faz toda a diferença no ambiente do lugar. O conceito do restaurante é te levar para esse jardim quando você chega, onde você pode pedir bebidas e apetitivos para comer ali. Quando o prato principal está pronto, eles te mudam de mesa para “dentro” (que ainda assim é fora haha) mas em mesas mais confortáveis para comer e te servem.

bate e volta cidade do méxico

Eu não amei a comida, confesso. Pedi um ceviche que deixou muito a desejar, mas meu prato principal de camarão estava ótimo.

Eles tem uma sobremesa de Creme de Mamei – uma fruta peruana que poderia ser filha do abacate e do mamão. Ninguém da minha mesa conhecia (tirando os mexicanos) e eles perguntaram se não havia a fruta para trazer pra mesa. Depois de algum minutos apareceram com o Mamei na mesa, muito legal!

Eu só conheci o restaurante, mas é um terreno enorme e não seria nada mal parar um pouco e aproveitar os serviços que o spa tem a oferecer. É um passeio de fim de semana, onde o almoço se mescla com o jantar e você fica aproveitando a companhia das pessoas com quem está junto (ou a sua <3)




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.