Se você está planejando uma visita à Helsinque, com certeza já percebeu que é uma cidade bem pequena, apesar de ser a capital e a maior cidade da Finlândia.

Tem seus pontos turísticos, mas na minha opinião o ponto alto da cidade é o seu dia a dia, descobrir seus cantinhos e todo dia ter um novo café preferido. Como em 3-4 dias é meio difícil ter essa vivência toda, separei algumas atrações um pouco fora da rota tradicional para você que gosta de viajar assim!

 

Jardim Botânico

O jardim botânico de Helsinque fica a uns 600m de distância da estação central da cidade. Se você estiver saindo de lá, pode aproveitar e parar no Atenenum, museu de arte bem famoso daqui.

 Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

O jardim consiste numa estufa de vidro e um pátio que pode ser visitado sem a necessidade de ticket. Considerando o clima super instável da cidade, eu achei a coleção de flores e plantas do pátio bem bonitas, mas imagino que dentro da estufa seja maravilhoso! Há também um café na entrada da área do jardim.

 

Endereço: Kaisaniemenranta 2

Preço da entrada para a estufa de vidro: EUR 9

Fechado às segundas-feiras

 

Saindo do jardim botânico, você vai seguir em direção à Kallio, o bairro mais alternativo e descolado de Helsinque, para ir ao aquário. Minha dica é fazer uma parada e comer no Roots Helsinki, um café / restaurante vegano, muito delicioso – perfeito para a hora do almoço ou um café da tarde.

Mesmo se você não for da vibe vegana / vegetariana, vale a pena conferir. Eles também são um estúdio de yoga. Na mesma rua, Vaasankatu, você encontrará diversas outras opções de cafés, restaurantes e bares.

 

Procurando acomodação em Helsinque? Confira os melhores preços aqui!

 

Sea Life Helsinki

Na entrada, fiquei com um pouco de medo de ser um aquário voltado exclusivamente para o público infantil (se você for até lá, saberá do que eu estou falando), mas não, é muito divertido! O aquário brinca bastante com o formato dos vidros para observação. Não é muito grande mas tem bastante variedade.

A parte que eu achei mais legal foi que eles educam as pessoas sobre como é importante preservar os oceanos, sobre o consumo consciente de plástico e seus impactos para a vida marinha. Você pode ser mais sobre isso na página do Sea Life Trust. 

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

A proposta do aquário é trazer o oceano para perto das pessoas e, com isso, a conscientização sobre diversos aspectos da vida marinha. Achei bem legal! No final há uma lojinha com bichinhos de pelúcia e outros souvenirs.

Na saída do aquário você já está dentro do parque de diversões!

Parque de Diversões Linnanmaki

Inaugurado em 1950, o parque conta atualmente com mais de 40 atrações de brinquedos, diferentes tipos de jogos e muitos restaurantes e cafés. A sua atração mais popular é a montanha-russa de madeira aberta desde 1951! O parque é perfeito para quem gosta desse tipo de passeio, famílias com crianças, grupo de amigos, casais, não importa!

Foto: arquivo pessoal

A entrada para o parque é gratuita e há 10 tipos diferentes de atrações de graça – acredito que a maioria para o público infantil. Caso queiram se aventurar pelas atrações mais radicais do parque, o passe diário é EUR 39, e eles também vendem passes individuais por EUR 8.

Foto: arquivo pessoal

Bom saber: se precisar de armário/locker, leve dinheiro trocado pois eles funcionam com moedas.

Horário: 11 às 22h, e até às 20h nos domingos.

MINHA DICA DE ROTEIRO: fazer o jardim botânico (e o Atenenum) pela manhã, dar uma voltinha por Kallio e almoçar no Roots, e depois ir para o aquário e parque. Mas você também pode deixar para conhecer Kallio noutro dia e almoçar no parque de diversões – opções não faltarão!