Planejei uma viagem de uma semana por Santiago depois de ficar algumas semanas fazendo estágio na capital chilena. Uma certeza que eu tinha era que eu iria visitar uma vinícola, ainda mais porque era inverno e vinho & frio são uma combinação perfeita. Dentre todas as opções, acabei escolhendo o tour Concha y Toro por ser conhecido. Mas será que vale a pena?

 

Vinículas menores vs comerciais

Pesquisei bastante e muitos blogs falavam que valia mais a pena visitar vinícolas e produções menores por ter um ar mais familiar e de pequeno negócio, onde você poderia trocar uma ideia melhor com os donos e os vinhos teriam um preço mais justo. Outros falavam das vinícolas mais famosas com boas recomendações.

Pesquisei, pesquisei, pesquisei e no fim decidi que como só teria tempo e dinheiro para uma visita, iria em uma das mais famosas de todas: Concha y Toro. O vinho é uma delicia, o tour nem tanto.

 

Procurando acomodação em Santiago? Confira os melhores preços aqui!

 

Por dentro do tour Concha y Toro

Bom, deixe-me explicar.

Não é que o tour seja ruim, é muito organizado, tem até em português! Acredito que pela quantidade de brasileiros que lotam a capital chilena buscando um friozinho durante o inverno. Você tem direito a provar quatro vinhos diferentes e se quiser podem fazer uma degustação harmonizada no final – pagando extra, é claro. E é muito bonito!

O problema foi que eu achei tudo muito comercial. Você começa o tour ouvindo a história da família, eles te levam até a casa (e que casa!) que agora é aberta somente para eventos particulares, contam alguns fatos legais e… cinco minutos para bater fotos!

Nessa hora eu fiquei meio perdida. Sim, eu amo fotografar e tal, mas lá estava eu no Chile na minha primeira visita à uma vinícola e cercada de brasileiros tirando fotos com pau de selfie… que eu inclusive tenho e amo usar, mas ficou meio fora de contexto.

 

Todo o tour segue assim, mais tempo de “folga” para fotografar do que de informações e, sabe como é, vinho. Depois caminhamos para onde as uvas são plantadas, e deve ser ainda mais bonito em época de colheita. Ver todas elas cheinhas!

A próxima parada é o local onde os vinhos são guardados para envelhecer e é bem legal. Até que uma hora começa um vídeo um tanto quanto peculiar sobre o vinho mais famoso deles, Casillero del Diablo, e fica tudo estranho de novo. Não sei nem como explicar, só vendo mesmo… talvez seja legal e eu que não gostei porque já estava com preguiça do tour, vai saber.

O tour acaba na frente da loja e você leva a sua taça pra casa, que é uma lembrança super legal! E ah, é impossível sair de lá sem alguma lembrancinha, impossível!

 

Expectativas

Claramente as minhas expectativas não estavam de acordo com o estilo do tour, e isso não é culpa de ninguém, mas se você está procurando algo mais exclusivo e acolhedor, aconselho: vá em vinícolas e plantações menores!

Informações

Endereco: Av. Virginia Subercaseaux 210, Pirque, Región Metropolitana, Chile. Você pode ver o mapa aqui.

Horário: Seg à Dom das 10:00 às 17:10h

Reservas: Seg à Dom das 09:00 às 18:00h

Telefone: (+562) 2476 5680 – 2476 5334 – 2476 5269

Email: reserva@conchaytoro.cl – reserva1@conchaytoro.cl – ejecutiva.reservas@vctchile.com