Com um cenário espetacular, a costa Amalfitana é retratada em diversos filmes que mostram o melhor da vida italiana. E ela é tudo isso mesmo, MARAVILHOSA! Localizada na província de Salerno, na Itália, a Costa Amalfitana é considerada pela ONU um patrimônio mundial da humanidade e consiste num trecho de aproximadamente 60 km entre Salerno e Sorrento.

E não vamos esquecer de Capri, a ilha que fica logo na frente de Sorrento e é um destino disputado do verão europeu – e, convenhamos, faz por merecer.

Como chegar? 

Na Costa Amalfitana

A cidade de Nápoles costuma ser a porta de entrada para a costa, seja de avião, de trem ou até de balsa. De lá, o mais comum é alugar um carro e dirigir até a costa.

Nápoles —-> Sorrento são aproximadamente 50 km de auto estrada, super tranquilo de se locomover.

DICA: se estiver com tempo, não deixa de visitar Pompéia, a cidade destruída pelo vulcão Vesúvio no ano 79, que fica entre Nápoles e Sorrento. O sítio arqueológico é super interessante e conhecer todo ele vai lhe tomar um dia inteiro – mas vale muito a pena!

Se você estiver vindo do sul da Itália, pode começar a fazer a costa por Salerno. O que importa é começar por um dos pontos e ir explorando.

Em Capri

Pra ir e voltar de Capri, você terá que pegar uma Balsa. Diversas cidades da costa fazem o trajeto – as principais são Nápoles e Sorrento, mas também há barcos saindo de Positano, Amalfi, Salerno e etc – então confira a mais próxima de onde você estiver hospedado.

Regra geral, você não precisa comprar os tickets antecipadamente. Compramos o trajeto Salerno –> Capri antes de embarcar e o trajeto Capri –> Nápoles pelo hotel, mas você pode comprar na marina logo na chegada.

DICA: a maioria dos turistas vai até Capri apenas pra passar o dia (uma pena, pois a ilha merece mais tempo que isso), então as balsas vão lotadas até Capri durante a manhã e voltam lotadas até a costa no final da tarde. Se programe pra pegar o fluxo contrário, vale a pena – ainda mais se você viajar cheio de malas como nós!

Tanto na chegada quanto na hora de ir embora, existem pessoas que trabalham com o transporte das bagagens (eles estão esperando logo na saída das balsas). Assim, não se assuste se alguém oferecer pra levar sua mala até o seu hotel, o serviço é comum por lá e custa em média 10-15 euros por mala – no meu caso, o serviço foi cobrado direto na conta do hotel. Se você estiver muito carregado, vale a pena contratar o serviço já que o caminho até o hotel pode ser um pouco longo.

Onde se hospedar? 

Na Costa Amalfitana

O lugar mais clássico e cinematográfico é Positano, e é uma delícia se hospedar por lá. Cheio de restaurantes e estradas, eu diria que Positano é a alma da costa amalfitana.

No meu caso, fiquei hospedada em Praiano, logo ao lado de Positano, porque nos juntamos à viagem de uns amigos que estavam por lá.

Nosso hotel foi o Tramonto D’Oro e gostamos bastante! Fica na estrada principal, no meio da rota de quem explora a costa, o que foi ótimo pra nós que andamos bastante com o carro. Além disso, o hotel está sob a gerencia de uma família muito simpática desde 1952 – inclusive ganhamos um avental de presente na hora de vir embora! Os quartos são bons, limpos, mas pecam um pouco no quesito conforto. O hotel todo tem uma vista linda, especialmente o restaurante – onde é servido o café da manhã. Também possui estacionamento, que é um pouco pequeno pra quantidade de carros e manobrar fica meio complicado, mas eles sempre ajudam.

Varanda do quarto 

 Vista do restaurante, fonte: www.tramontodoro.it 

 Quarto do hotel, fonte: www.tramontodoro.it

Endereço: Via Gennaro Capriglione 119, 84010 Praiano, Itália

Em Capri

Ficamos no Best Western Hotel Syrene, e não poderia ter sido melhor. Fica bem no meio do centro, é só descer que você já está no calçadão, e o hotel está rodeado de lojas e restaurantes. Inclusive, a Via Camerelle é a rua das lojas de grife, então é super limpa, bem organizada e movimentada.

O hotel é ótimo, tem piscina, os quartos são bons e o café da manhã também. A única coisa ruim do meu quarto era o chuveiro (minúsculo, não cabia uma pessoa dentro daquele box), mas isso é só em alguns quartos. Não há estacionamento no hotel, mas você não vai precisar afinal não se pode entrar de carro na ilha.

Entrada do hotel pela Via Camerelle

 Piscina do Hotel, fonte: www.bestwestern.co.uk/stay-at/best-western-hotel-syrene

 Recepção do Hotel, fonte: www.bestwestern.co.uk/stay-at/best-western-hotel-syrene

Quarto do hotel, fonte: www.bestwestern.co.uk/stay-at/best-western-hotel-syrene  

Endereço: Via Camerelle 51, 80073 Capri, Itália

Como se locomover?

Na costa Amalfitana, o melhor jeito é alugar um carro. Ele vai te dar mais liberdade pra explorar os 60 km de costa e parar onde quiser, mas também há ônibus diversas horas do dia.

DICA: as estradas são super pequenas e apertadas, pode se tornar uma verdadeira emoção dirigir por lá então, pra facilitar, alugue um carro mais compacto. 

Nós pegamos o carro na Avis do aeroporto de Nápoles e devolvemos no centro de Sorrento, de onde pegamos a balsa até Capri.

Em Capri, ficamos sem carro – nem é permitido o acesso de veículos até a ilha. Lá, exploramos bastante do centro a pé e pegamos taxis pros lugares mais longes – que são um charme, conversíveis e levam até 6 pessoas.